quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Dos seus saltos


Minha paraquedista
Para que disto?
Porque insisto
Em saltar em você?

Minha Paraquedista
Para que distancia?
Do alto dos seus saltos
Nem me vê

Solta em minha vida
Solta minha vida
Solta vida
Salta

Minha Paraquedista
Para que diz isso...
Me apara querida
Como se tua fosse
a minha vida
E cuida
Para Queda
não seja muita.

Salto duplo é assim
eu quedo em você
você queda em mim







#Foto: Com os Andes aos meus pés. Marton Olympio - 2010

8 comentários:

Raiana Reis disse...

Para queda por si hay alas p'a volar...

Lindo poema.

8 de dezembro de 2011 13:16
Sandra Monteiro disse...

Lindíssimo em queda livre...Beijos, muitos.

9 de dezembro de 2011 09:47
Geiza Maria disse...

lindo! un salto, una caída, una poesía. Doce, eu diria...

9 de dezembro de 2011 17:15
Geiza Maria disse...

lindo! un salto, una caída, una poesía. Doce, eu diria...

9 de dezembro de 2011 17:15
Monique disse...

Simples e lindo. Adorei esse poema.

11 de dezembro de 2011 01:06
gutograca disse...

Ah, como diriam os poetas pop dos Camaleões, antes do Bial ser o cara do BBB.
"..Poesia não dá camisa/
Mas o poeta que tem uma musa/
Não precisa de blusa/
Vive de brisa..."

11 de dezembro de 2011 19:51
SABRINA disse...

lINDÍSSIMO DE UMA SINGELEZA ESPETACULAR, APESAR DE TRANSMITIR UMA MENSAGEM FORTE.
PARABÉNS!!!

28 de fevereiro de 2012 23:28
Anônimo disse...

Saudade de vc todos os dias.Sua paraquedista!!!

26 de março de 2014 11:42

Marcadores

3G (1) A Fábula do Pé Sujo (1) A Fábula do Pé Sujo. (1) A Lápide (1) A Tal da Portabilidade (1) A Unidos dos Dois na Sala (1) A Virada do Ano (1) aeromoça (1) aladin (1) Amor a primeira vista (2) amores impossíveis (1) ano novo (1) Arrumação (Em Cadeados) (1) As Cores Dela nas Paredes da Cabeça Dele (1) As Sereias da Estante (1) Assalto (1) assassinato (1) Até que a morte nos separe. (2) avião (1) Bacon (1) barrinha e cereal (1) Bonecas (2) Cabeça (1) cachorro (1) Cadê Deni”zs”e? (1) Caixa Preta (1) caos aéreo (1) carros (1) casa de malucos (1) cereser (1) Céu de Cereal (1) circo (1) Com Deus Só a Vista. (1) concurso (1) construir (1) conto (17) Conto de amor (1) Contos do Rio (4) Copa do Mundo (1) Copacabana (1) Coração Roubado (1) Cortazar (1) cronica (1) Crônica (1) Crônicas (1) desejo (1) Dia de Mãe (1) Dia dos Namorados (2) ditos (1) Do Frio e Branco Azulejo (1) Do Ponto de Vista da Inveja (2) Dos seus saltos (1) Encontros (1) engarrafamento (1) Engolir Palavras (1) espumante (1) Existe Vida após a Morte. (1) fantasia (1) farol (1) Fred (1) Fundo do Poço (1) gênio (1) Ginger (1) Hamburguer (1) humor (6) Idéias (1) Kama $utra (1) lâmpada (1) linchamento (1) luz no fim do túnel (1) Mãe (1) Mãe e Filha (1) manicômio (1) Maradona (1) Marias Chuteiras (1) Me acertou em cheiro (1) menage (1) Mentirinha (1) Mil e uma noites (1) Moleque de Rua (1) Musical (1) O Buraco (1) O Cão de olhos com brilho de diamantes (1) O Engolidor de Palavras (2) O Gênio Ombudsman (2) O Globo (1) O Homem que Não Queria Ir a Copa do Mundo (1) O Que Não é Mais Gente (1) O T da Questão (1) O Último Dia (1) obra (1) Obras (1) orelhão (1) Os cílios postiços dos postes da avenida (1) pão doce (1) Passatempo (1) Pensamento (1) pião (1) poema (7) poesia (6) Portabilidade (2) prosa (1) Quando Ela Perguntou a Ele se estava caindo (1) revertere ad locum tuum (1) rosquinha (1) Saindo do armário (2) Sobre a última Estação. poesia (1) soco (1) sonha-me (1) suruba (1) swing (1) Técnico de Futebol (1) tecnologia (1) Teu Esmalte (1) Teu jogo (1) Top Blog (1) Traição (1) troca de casal (1) trocando de mulher (1) Ursula Andrews (1) Vida (2) vida de cão (1) Vida de Operário (1) Vida. (1) Vingança na carne (1) violência (1)