domingo, 15 de fevereiro de 2009

Swing



Casa de swing, quarto do tatame coletivo, meia luz, um monte de gente nua e gemendo.

Ele sentiu uma cutucada. E por estar onde está, logo olhou na direção do que o cutucava.

Era um dedo. Ufa. E do Oliveira da contabilidade. Completamente vestido.

- Sabia que era o senhor seu Flávio.

São poucas as opções numa situação desta. Ele podia fingir que não era ele. Mas ali, pelado, em meio ao coito, era muita cara de pau se fazer passar por outra pessoa.

Fingiu naturalidade e sorriu para o Oliveira.

- Tudo bem Oliveira?

- Tudo certo Seu Flávio!

Os dois ficaram se entreolhando por um tempo. Ele tentou continuar concentrado no que fazia mas com o Oliveira ali, encarando, ele se sentia meio nu.

- Posso ajudar em alguma coisa, Oliveira?

- Oh! Não... Desculpe seu Flávio... Só estou esperando minha mulher... Só isso.

E Oliveira continuou sorrindo com cara de bom moço enquanto ele fazia o possível para não perder a concentração. Afinal, não era todo dia que ele encontrava uma mulata como aquela por ali. E apesar da sua esposa ser loira, as mulatas sempre o tiraram do sério. E aquela ali era um espetáculo. E ele sentia que estava quase lá, quase terminando, quase... Quase...

- Ah, que grosseria a minha. Nem apresentei vocês! – O Oliveira cutucou a mulata com que ele se ocupava. – Marluce, este é o Seu Flávio... Vice-presidente lá da empresa...

Ela olhou para trás por cima dos ombros e sem perder o ritmo respondeu com um sorriso maroto.

- Prazer...

- Ô! – Disse ele voltando a ganhar fôlego.

- Bacana o lugar aqui não é? – Pois é. O Oliveira queria assunto.

- Hum, hum... – Disse ele ali, ainda nos trabalhos.

- É a nossa primeira vez, né Marluce? –

- Hum, hum... – Respondeu ela, ainda nos trabalhos.

- O senhor veio sozinho ou a patroa está por aí?

- Sim, vim... com... a minha...

- Eu a conheci na festa de fim de ano, lembra? Dona... Dona...

- Marly! Hummmm...

- Isso! Tava aqui na ponta da língua!

Oliveira se calou por um segundo e ele achou que estava livre dele.

- Um primo meu é segurança... Arrumou pra gente vir! – Oliveira esticou o pescoço como se procurasse alguém. – Olha ele ali com sua esposa, Seu Flávio!

Ele olhou na direção de um bolo de umas três ou quatro pessoas. No meio pôde reconhecer sua esposa.

- É o mais moreninho... Aquele que puxou o cabelo dela! Dá-lhe Dona Marly!

De lá de onde estava Dona Marly se desvencilhou um pouco do musculoso que puxava seus cabelos e retribuiu com um tchauzinho agradecendo a saudação de Oliveira. Ele viu quando Oliveira gargalhou e na empolgação deu um tapinha em sua bunda nua.

Naquele exato momento algo nele aconteceu. Uma vibração, um êxtase, um orgasmo como nunca havia vislumbrado antes. Soltou um uivo e um grito. Algo preso em seu peito queria sair, voar, voar e voar. E olhou para trás e Oliveira estava lá, impávido, sorridente, com aquela cara de “estou sempre a seu dispor”.

- Terminou Seu Flávio?! É que a gente mora longe...

Na segunda demitiu Oliveira. Aquele cara o deixava confuso demais.


49 comentários:

Marlene Olympio disse...

Muito louco. Gostei pelo inusitado. Esse Oliveira é pândego.rsrsrsr Quanto a D. Marly eu conheço uma. rsrsrsr

15 de fevereiro de 2009 20:34
Guilherme Santos disse...

SHSUAHASUASHUAHAU mto bom o texto
gostei mesmo
a mulata era esposa do oliveira

16 de fevereiro de 2009 01:31
Nat Valarini disse...

Bom dia!

Antes de tudo, quero agredecê-lo pela visita e comentário.

Conferi o teu trabalho através deste texto e gostei muito.

Vou dar uma volta por aqui para saber o que mais há de bom neste blog!

http://garotapendurada.blogspot.com/

16 de fevereiro de 2009 11:33
Lucas Dieter disse...

Muito bom o texto. Hahaha!

Parabéns

http://trogloditapoliglota.blogspot.com/

16 de fevereiro de 2009 16:16
Mr.Magugu disse...

KKKK

16 de fevereiro de 2009 16:18
carol disse...

HAUDSHASUHDUASHDUH'
colega, eu ri muito desse seu texto, muito bom! Parabéns, você conseguiu criar um texto inteligente e engraçado, o que, como blogueira, eu sei que é complicado.
E conseguiu me fazer rir num dia extremamente deprimente, o que é ainda mais complicado.
Meus parabéns :D

16 de fevereiro de 2009 16:27
∞Hamster∞ disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
∞Hamster∞ disse...

Cara, eu to no trabalho! Não posso ficar rindo alto!!! HUAHUAHUAHUAHAUHAUAHUA
Vou começar a economizar na cerveja também... Tô querendo ir pra CUBA!!!! Será que consigo?
Parabéns pelo Blog!
Abraços,
Hamster...
http://cabecasvaorolar.blogspot.com/

16 de fevereiro de 2009 18:14
palavraacida disse...

Otimissimo texto cara! Continue assim que isso aqui vai longe!

16 de fevereiro de 2009 20:54
Zulluh disse...

Muito bom!!! Mais ácido impossível!!!

16 de fevereiro de 2009 21:41
Abduzido!? disse...

ahsuasuha adorei!

16 de fevereiro de 2009 21:45
Bela disse...

meu Deus O.O"
aaah eu respondi seu comentário lá no meu blog, eu gostei dele pois sempre é bom ver opiniões diferentes! vc escreve de uma forma bem diferente!
Obrigada pela visita!

16 de fevereiro de 2009 23:54
soublogueiro disse...

hahahahha,
gostei do texto tb!
não entendi muito, apesar que gostei da narrativa! Oliveira trabalhava para o Flávio, é isso?

17 de fevereiro de 2009 11:01
soublogueiro disse...

Que bacana, o que você acha que poderia melhorar! Posso precisar da sua ajuda, contudo eu estou pincelando realmente os blogs. Acreditava eu que fazendo assim se a pessoa já se interessasse ela iria para o blog, desde ficar lendo só o meu! Pq a intenção é essa.
E se eu colocasse muita coisa, talvez ninguém lesse. Mas eu pretendo escrever textos mais longos!! E sou sincero em todas as indicações. Talvez não me interessa mas interessa a outros.

Com relação a seu blog: suas idéias estão ótimas, gostei do texto!!

17 de fevereiro de 2009 11:07
soublogueiro disse...

É verdade, vou me prender a esses detalhes. Vasculhar mais o blog do cara, é especial para uma boa visita no blog que eu estou indicando, certamente!

Quem sabe eu não seje mais detalhista nesse sentido. Posso começar a fazer isso no seu, você quer preencher o formulário que está do lado direito do blog?
Vou ter o prazer de indicar o blog com seus textos interessantíssimos.
Vou ficar lendo ele mais agora a tarde pq gostei de verdade

Abraço

17 de fevereiro de 2009 11:28
Gabriela Lopes disse...

Amei seu texto !
passa no meu, bjs

17 de fevereiro de 2009 13:47
Márcio Daniel disse...

muito bom contista vc é

17 de fevereiro de 2009 15:55
Ana Célia disse...

ola...obrigada pela ideia! A dica de gastronomia estara no meu blog com certeza! E claro, que nao seja mto pesado para o bolso! hehe

volte sempre!

17 de fevereiro de 2009 17:16
Pedro Tinoco disse...

Marton, o conto está sensacional. Pelo inusitado, como já disse dona Marlene, pelo humor, e pelo desenvolvimento original.

17 de fevereiro de 2009 20:37
Renan Barreto disse...

kkkk Texto locaço. Por isso que é bom rs Muito maneiro.

17 de fevereiro de 2009 22:13
calango azedo disse...

inusitado ( parabens pelo blog )eh serio parabens mesmo

17 de fevereiro de 2009 22:26
Penny Lane disse...

Gostei da ironia e sagacidade do texto, é bem diferente e inusitado. Adorei mesmo, irei visitar mais seu blog! Parabéns!
Obrigado pela visita e a dica!

17 de fevereiro de 2009 22:28
Antonoly disse...

Muito bom o seu blog, tem excelentes Contos.
Um abraço!

17 de fevereiro de 2009 23:40
Point disse...

Super maneiro seu blog

18 de fevereiro de 2009 11:40
Joker disse...

gostei mt!! parabens!!!

------------------
http://jokers.mimhospeda.com/

18 de fevereiro de 2009 13:23
Daniel A. S. disse...

Oi, gostei muito do seu blog e estou agraciando-o com o selo "Seu blog é roxie, a-d-o-r-e-i" passa lá no meu blog ( http://daniel.a.s.zip.net ) para pegar seu selo.

Um abraço!

Daniel A. S.

18 de fevereiro de 2009 23:07
J. C. David disse...

opa amigo...primeiro obg pelo comentário, segundo fico muito feliz por ter gostado do meu blog, também sou rubro negro, mas você entende não posso perder a piada...

Sim sobre o texto sobre alcoolismo, a idéia não é minha, tem no site da desciclopedia, agora eu edito...não é um crtl+c, crtl+v, eu copio a idéia e alguns textos, já as fotos são todas minhas...e o resto do blog, tb é tudo idéia minha...um abraço !!! e parabéns pelo seu blog..

19 de fevereiro de 2009 00:45
Drunken Alina disse...

Hahahaha!
SURREAL!
ADOREI!!

Passei aqui só pra agradecer a visita mas comecei a ler e não deu pra parar!!

Criatividade nota 10!

Beijão!!

19 de fevereiro de 2009 02:17
Marcelle Lins disse...

Oii..

Passando por aqui para retribuir o seu coments !!

Sobre sua postagem:
Amei esse Conto !!
Tem leveza; ao mesmo tempo que não tem pudor !!
É sutilmente ironico e comico !!

Amei d+...

Agoraa, só uma coisa:
Oliveira foi demitido por ter deixado o vice-presidente confuso, certo? Logo, se é que eu esteja certa, o cara era gay..
Nusssss..
Polemicooo !!

'Sucesso Pra Ti

Volte sempre :)

Beijoss e Otimo Carnaval !!

19 de fevereiro de 2009 20:02
Gabriela Ventura disse...

aí, tô botando fé nessa publicação, han? respondendo à pergunta que eu te fiz (ô esquizofrenia) por esses dias: seus textos têm unidade sim. Cabem redondinho como um livro.

20 de fevereiro de 2009 01:22
Marcel disse...

CA-RA-CA! Q situação...
no mínimo, muito gozada.

E olha só o que tá aparecendo na Verificação de Palavras, pra deixar o comentário: Sucks!

20 de fevereiro de 2009 12:46
J. C .David disse...

eu fiquei confuso...kkkkkk..mas legal.

20 de fevereiro de 2009 13:10
*** I.C *** ** The One ** disse...

o e uma situação quase que inimaginavel... Vc numa casa de swingue e encontrar o Vice Presidente da Empresa... Realmente muito inusitado ^^... Parabéns pelo texto...

22 de fevereiro de 2009 10:03
Danilo Moreira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Danilo Moreira disse...

Lembrei-me de uma antiga história na empresa q trabalho, numa festa que aconteceu algo mais ou menos parecido, só que entre uma supervisora e um funcionário, debaixo dos panos.

História bem inusitada. E a corda sempre arrebenta do lado mais fraco.

Abçs!!!

http://blogpontotres.blogspot.com/

22 de fevereiro de 2009 14:10
Fabioc disse...

ja que parce q vc levou calote eu vim aqui comentar
gostei bastanet desse texto, bem ironico e pouco comum
uma situação bem embaraçosa, fiquei imaginando as cenas..imaginei a mulata hahahahahha ohh e que mulata!!!

parabéns pelo texto ep or não se prender a nenhuma censura para criar o texto
abraço

Eu curto uma e outra música da claudia leitte, essa eu nã oconhecia, vou ouvir a letra é bem bonita

até mais
http://clubedocamaleao.blogspot.com/

23 de fevereiro de 2009 23:52
Caio Coletti disse...

kra genial de taum hilário!!! parabéns, realmente é preciso mta criatividade para criar algo assim...

abraços
http://filme-pipoca.blogspot.com/

24 de fevereiro de 2009 19:46
cahierdemarie disse...

cara! demais! adorei! mtoooooo bom! =D

24 de fevereiro de 2009 20:54
André. disse...

geralmente ao ir numa casa de swing a gente contrata uma garota de programa para se passar por esposa da gente. ai a gente come a mulher dos outros e os outros comem um prostituta. tu sai no lucro.

24 de fevereiro de 2009 22:41
Daniel disse...

hahahahahahahahahhahahahhahahahahaha...
swing é coisa de maluco.um monte de gente gemendo no escuro.

http://danielisso.blogspot.com/

26 de fevereiro de 2009 10:07
Guilherme disse...

ótimo texto, muito engraçado. Me lançou uma duvida. O nome do meu pai é Flavio, será que ele...? Não, duvido, ele não seria capaz...

27 de fevereiro de 2009 02:21
30 e poucos anos. disse...

Puatz...que situação heim?

Meu amigo...sua criatividade foi espetacular...gostei mto do texto

27 de fevereiro de 2009 17:04
abutre236 disse...

Caramba...vou falar a verdade. Quando abri o seu blog, a minha primeira impressão foi a de "mais um blog chato".

Escolhi esse post para ler e percebi que era um dos melhores que eu já li em blogs. Parabés.

Só não gostei do final. O Oliveira não merecia ser demitido.

27 de fevereiro de 2009 20:23
Dário Souza disse...

Esse oliveira eh um pe no saco isso sim.Eu tb quando li seus textos tive a impressao que seria algo mais interessante pra teatro ou aqueles especiais de final de ano, mas eu gosto muito de tudo que leio aqui.Ce manda muito bem msm

10 de março de 2009 19:15
João Paulo disse...

tem que ter swing cumpade!

10 de março de 2009 19:28
Nathália disse...

hahaha que situação!
e esse Oliveira, hein? =)

adorei as crônicas!

11 de março de 2009 00:03
pirosfera disse...

Muito bom o texto, parabéns
sucesso pra você e seu blog!
abraço

14 de março de 2009 20:27
Patrícia disse...

Sem dúvida, tem mais que bumbum,rsrs... parabens, seus textos são ótimos, seu humor tbm!
Bjssss....

6 de junho de 2009 09:26
Canto do Lufa disse...

haHAHAhaHAhAHhahA

Muito Cômico!

Os nomes tem um toque brasileiro é muito bom!

Que situação!

26 de junho de 2009 01:21

Marcadores

3G (1) A Fábula do Pé Sujo (1) A Fábula do Pé Sujo. (1) A Lápide (1) A Tal da Portabilidade (1) A Unidos dos Dois na Sala (1) A Virada do Ano (1) aeromoça (1) aladin (1) Amor a primeira vista (2) amores impossíveis (1) ano novo (1) Arrumação (Em Cadeados) (1) As Cores Dela nas Paredes da Cabeça Dele (1) As Sereias da Estante (1) Assalto (1) assassinato (1) Até que a morte nos separe. (2) avião (1) Bacon (1) barrinha e cereal (1) Bonecas (2) Cabeça (1) cachorro (1) Cadê Deni”zs”e? (1) Caixa Preta (1) caos aéreo (1) carros (1) casa de malucos (1) cereser (1) Céu de Cereal (1) circo (1) Com Deus Só a Vista. (1) concurso (1) construir (1) conto (17) Conto de amor (1) Contos do Rio (4) Copa do Mundo (1) Copacabana (1) Coração Roubado (1) Cortazar (1) cronica (1) Crônica (1) Crônicas (1) desejo (1) Dia de Mãe (1) Dia dos Namorados (2) ditos (1) Do Frio e Branco Azulejo (1) Do Ponto de Vista da Inveja (2) Dos seus saltos (1) Encontros (1) engarrafamento (1) Engolir Palavras (1) espumante (1) Existe Vida após a Morte. (1) fantasia (1) farol (1) Fred (1) Fundo do Poço (1) gênio (1) Ginger (1) Hamburguer (1) humor (6) Idéias (1) Kama $utra (1) lâmpada (1) linchamento (1) luz no fim do túnel (1) Mãe (1) Mãe e Filha (1) manicômio (1) Maradona (1) Marias Chuteiras (1) Me acertou em cheiro (1) menage (1) Mentirinha (1) Mil e uma noites (1) Moleque de Rua (1) Musical (1) O Buraco (1) O Cão de olhos com brilho de diamantes (1) O Engolidor de Palavras (2) O Gênio Ombudsman (2) O Globo (1) O Homem que Não Queria Ir a Copa do Mundo (1) O Que Não é Mais Gente (1) O T da Questão (1) O Último Dia (1) obra (1) Obras (1) orelhão (1) Os cílios postiços dos postes da avenida (1) pão doce (1) Passatempo (1) Pensamento (1) pião (1) poema (7) poesia (6) Portabilidade (2) prosa (1) Quando Ela Perguntou a Ele se estava caindo (1) revertere ad locum tuum (1) rosquinha (1) Saindo do armário (2) Sobre a última Estação. poesia (1) soco (1) sonha-me (1) suruba (1) swing (1) Técnico de Futebol (1) tecnologia (1) Teu Esmalte (1) Teu jogo (1) Top Blog (1) Traição (1) troca de casal (1) trocando de mulher (1) Ursula Andrews (1) Vida (2) vida de cão (1) Vida de Operário (1) Vida. (1) Vingança na carne (1) violência (1)